Esta versão eletrônica dos Anais do Museu Histórico Nacional é uma continuação das suas edições impressas, cujo último volume impresso foi o 49, publicado em 2019. Os Anais do MHN, nesta nova plataforma não mudam sua linha editorial de publicar os trabalhos de pesquisa relacionados ao campo do patrimônio e dos museus.

Além disso, mantém o compromisso de ampliar o diálogo entre o MHN, instituições similares, centros de pesquisa e universidades, publicando artigos sobre temas afins, produzidos por especialistas de outras instituições das áreas de História, Ciências Sociais e Ciências Sociais Aplicadas — áreas do conhecimento em que a revista já é reconhecida como um periódico de excelência.

Empresa aérea Panair do Brasil ganha exposição inédita no Museu Histórico Nacional

2019-07-05

“Nas Asas da Panair” é a nova exposição que o Museu Histórico Nacional (MHN), que integra a rede de museus Ibram no Rio de Janeiro (RJ), inaugura no dia 11 de julho, às 11h30.

Sob curadoria da historiadora Mariza Soares, a mostra apresenta itens da coleção criada em 2017, como resultado de uma parceira entre a empresa Panair do Brasil e a Família Panair, uma associação que reúne antigos funcionários da companhia. 

v. 50 (2018): Anais do Museu Histórico Nacional

Anais do Museu Histórico Nacional

História, museologia e patrimônio

Publicado: 2019-09-04

Editorial

Rafael Zamorano Bezerra; Aline Montenegro Magalhães, Álvaro Marins

6-7

Apresentação do dossiê Museus, sujeitos e itinerários

Ana Carolina Gelmini de Faria, Zita Rosane Possamai

8-12

Domingos Vandelli

mediador de dois mundos

Letícia Julião, Marta Eloísa Melgaço Neves, Verona Campos Segantini

52-68

O legado de Betty Meggers na constituição de acervos museológicos no Brasil

Mariana Moraes de Oliveira Sombrio, Camilo de Mello Vasconcellos

69-84

Clóvis Bornay

memória de um centenário esquecido!

Ivan Coelho de Sá, Anna Laudicea Itaborai Echternacht, Raquel Villagrán Reimão Mello Seoane

100-121

Ver Todas as Edições

Histórico

Os Anais do Museu Histórico Nacional (AMHN) são uma publicação voltada para a área museológica que teve a sua primeira edição em 1940, sendo publicada quase que regularmente até o ano de 1975. Em 1995, a publicação foi retomada já  ssumindo as características de um periódico científico anual, tendo como editor, na época, o historiador José Neves Bittencourt. Em 2007, a responsabilidade pelas edições passou para os professores Rafael Zamorano Bezerra e Aline Montenegro Magalhães e, a partir de 2016, o professor Álvaro Marins passou a compartilhar com eles a mesma responsabilidade.

Trata-se de uma referência acadêmica no campo da pesquisa sobre Museus, História, Museologia e Patrimônio. É avaliado com conceito B1 em na área interdisciplinar na Base Sucupira. Trata-se de uma iniciativa retomada há 24 anos e que a cada edição conta com artigos de qualidade, avaliados por especialistas (pares) e, eventualmente, organizados em dossiês temáticos.