Fachada lateral do Museu Histórico Nacional, com destaque para o grafite voltado para a parte da Av. Alfredo Agache. Vê-se também parte do Pátio de Santiago e detalhes da arquitetura neocolonial do terceiro piso do museu.

Anúncios

Edição Atual

v. 56 n. 1 (2022): Anais do Museu Histórico Nacional. Volume 56
Ver Todas as Edições

Os Anais do Museu Histórico Nacional  são uma publicação do Museu Histórico Nacional voltada para as áreas de História, Patrimônio e Museologia. Sua primeira edição foi  em 1940, sendo publicada quase que regularmente até o ano de 1975. Em 1995, a publicação foi retomada já assumindo as características de um periódico científico anual, tendo como editor o historiador José Neves Bittencourt. Em 2007, a responsabilidade pelas edições passou para os professores Rafael Zamorano Bezerra e Aline Montenegro Magalhães. Atualmente os Anais do MHN contam com 3 editores, todos eles doutores e pesquisadores do MHN, a saber: Aline Montenegro Magalhães, Álvaro Marins e André Amud Botelho. 

Os Anais do MHN recebem submissão de artigos ao longo do ano e possui um amplo corpo de pareceristas, composto por pesquisadores e professores doutores vinculados a universidades e instituições de pesquisa brasileiras e estrangeiras que avaliam as submissões pelo sistema de arbitragem cega por pares.

É classificado pelo sistema de avaliação QUALIS/CAPES como B1 em duas áreas: "Interdisciplinar" e "Comunicação e Informação". 

Migração para o formato digital

A partir do volume 50, ano 2018, os Anais passaram ser publicados somente em formato digital na plataforma OJS, o que potencializou seu fator de impacto, reduziu os custos de sua produção e adequou a publicação aos padrões internacionais de divulgação científica. 

Os Anais do MHN estão indexados no Diretório de políticas editorais das revistas cient´íficas brasileiras - Diadorim (http://diadorim.ibict.br/handle/1/3148), no  Latindex – Sistema regional de informacíon em línea para revistas científicas de América Latina (https://latindex.org/latindex/ficha/23213) e no Google Acadêmico (https://scholar.google.com.br/citations?user=K58ffm0AAAAJ&hl=pt-PT).  

Desde 2022, os Anais MHN recebem e publicam os artigos em fluxo contínuo em volumes anuais.